quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Ravioli com queijo brie e tomate confit




Para 2 pessoas:

Para o tomate confit:
·        250 Gramas de tomates cereja
·        Flor de sal, ou sal comum
·        Açúcar
·        Paprika
·        Pimenta - de preferência moída na hora
·        Pimenta cayenne em pó
·        Alho em pó
·        Orégano seco
·        Tomilho fresco
·        20 Ml de azeite de oliva

Para a massa:
·        50 Gramas de semola de grano duro
·        50 Gramas de farinha de trigo + farinha extra para polvilhar
·        1 Ovo grande

Para o recheio:
·        200 Gramas de queijo brie triturado em pasta no processador - a quantidade do queijo pode variar de acordo com o tamanho que se faz o ravioli

Para polvilhar:
·        Queijo grana padano ou parmesão - ralado grosso

Preparando o tomate confit:
1.     Lavar, secar e partir ao ao meio os tomates. Retirar-lhes as sementes. Colocá-los em um tabuleiro forrado com papel vegetal. Salpicar dentro de cada um deles, o sal, o açúcar, as pimentas, o alho, o orégano e o tomilho fresco. A seguir regar dentro dos tomates o azeite. 

2.     Levar a forno baixo (120-130 graus) pré-aquecido, por cerca de 80-90 minutos.

Preparando a massa:
3.     Colocar em uma tigela a semola e a farinha. Bater um ovo e colocar no centro. Misturar tudo. Polvilhar com farinha a bancada e colocar nele a massa. Sovar até estar homogénea. Cobrir com filme plástico e deixar repousando por 30 minutos.


Montagem:
4.     Abrir parte da massa (fina) na maquina para massas ou com um rolo. Polvilhar ligeiramente com farinha a bancada e colocar metade dessa massa. Colocar pequenas porções do recheio sobre ela e cobrir com a outra metade. Cortar usando cortadores para ravioli. Repita o processo até terminar toda a massa. Colocar os raviolis sobre um tabuleiro forrado com papel vegetal ou papel de cozinha, polvilhado com farinha de trigo para não grudar.


Acabamento:
5.     Levar os raviolis para cozinhar em água fervente (com sal) em abundância.
6.     Colocar em uma frigideira grande os tomates confit para aquecer, juntar os raviolis cozidos, misturar.

7.     Servir polvilhados com o queijo.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Costeletas de porco ao molho de tangerina com vinho do porto e risoto de funghi porcini



Para 2 a 3 pessoas:

O risoto:
·        100 Gramas de arroz para risoto
·        20 Gramas de funghi porcini seco
·        1 1/2 Colher de sopa de azeite de oliva
·        1/4 de colher de sopa (2 colheres de sopa) de cebola picadinha
·        1/2 Dente de alho grande (1 colher de chá) ralado
·        1/4 Xícara de chá (50 ml) de vinho branco seco
·        200 Ml de caldo de carne com sal
·        Caldo da água em que for deixado de molho o porcini
·        1 Colher rasa de manteiga (10 gramas)
·        Pimenta do reino moída na hora
·        1 1/2 Colher de sopa de queijo parmesão ralado
·        Folha de salsa para decorar - opcional

As costeletas (bisteca) de porco:
·        3 Costeletas grandes (430 gramas)
·        30 Ml de azeite de oliva
·        Sal grosso
·        Pimenta do reino moída na hora
·        Alguns galhos de tomilho fresco
·        50 Ml de aguardente
·        3 Dentes grandes de alho esmagados inteiros

O molho:
·        Azeite da fritura das costeletas
·        1/4 de Cebola ralada na parte fina do ralador (2 colheres de sopa)
·        1 Colher de sobremesa bem rasa de fécula de batata - substituição amido de milho
·        3 Colheres de sopa de vinho tinto do Porto
·        Caldo de 3 tangerina grandes
·        Sal
·        Pimenta do reino moída na hora

Fazendo o risoto:
·        Colocar o porcini em uma pequena tigela e cobrir com água e deixar em repouso por 30 minutos.
·        Colocar em uma panela o azeite, o alho e a cebola e fritar até começar a dourar. Juntar o arroz e misturar bem. Acrescentar o funghi porcini espremido da água (mas preservar a água), refogar. Juntar o vinho e deixar evaporar o alcool por uns 2 minutos. Aquecer a água em que deixou o porcini de molho e aquecer o caldo de carne. Juntar a panela. Temperar com pimenta e cozinhar por cerca de 20 minutos, até que esteja al dente. Desligar o fogo, deixar repousar por cerca de 3 minutos. Juntar a manteiga e misturar, acrescentar o queijo e novamente misturar. Reservar.

Fazendo as costeletas:
·        Temperar as costeletas com o sal, a pimenta, o alho e o tomilho e regar com uma colher de chá (5 ml) de azeite de cada lado das costeletas. Deixar marinando por 30 minutos.

·        Ligar o forno em temperatura média.
·        Aquecer uma frigideira grande e colocar nela as costeletas e fritar em chama bem alta até estarem douradas. Remover da frigideira o azeite e descartar, preservar apenas cerca de 1 colher. Remover também os alhos e galhos de tomilho. Deixar as folhas que se soltaram dos galhos e aderiram a carne. Juntar a aguardente e fazer com que se encendei para flambar a carne.
·        Retirar e colocar em um refratário. Levar ao forno para que se mantenham aquecidas.


Fazendo o molho:
·        Juntar a cebola na frigideira em que fritou as costeletas e fritar rapidamente.
·        Acrescentar a fécula de batata e mexer de forma vigorosa. Acrecentar o caldo de tangerina, o vinho do porto. Temperar com pimenta e sal. Deixar cozinhar em fogo baixo até engrossar e cozer.
·        É importante usar o azeite da fritura porque está com sabor do tomilho e do alho, além do sabor dos sucos da carne.

Servir:
·        Colocar as costeletas em uma travessa e regar com molho.

·        Colocar em um prato de comer uma porção do risoto, juntar a costeleta regada com o molho...e então se deliciar.

·        Costumo fazer meu próprio caldo de carne, mas quando não tenho eu diluo o cubo de caldo comprado em água quente e deixo esfriar, coloco uns minutos no refrigerador para que a gordura saturada se separe e então retiro toda ela e uso apenas o liquído.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Escondidinho de bacalhau com couve




·        2 Postas grandes de bacalhau demolhadas (700 gramas)
·        1 Couve penca (tronchuda) - 200 gramas só de folhas já sem os talos grossos
·        12 Batatinhas novas bem pequenas - 300 à 350 gramas
·        1 Tomate grande
·        1 Ovo
·        Pimenta acabada de moer
·        3 Dentes de alho sem a parte central, picadinho
·        1/2 Xícara de chá de azeite de oliva
·        Sal
·        12 Azeitonas pretas picadas em rodelas
·        1 Cebola picada em meia lua


1.     Colocar água numa panela e levar ao fogo e quando ferver adicionar o bacalhau e cozinhar rapidamente. Retirar o bacalhau e colocar sobre uma tábua de cozinha. Retirar parte da água e colocar em uma tigela. Juntar mais água na panela e as batatinhas com cascas e bem lavadas. Enquanto isto retirar as espinhas e peles do bacalhau e colocar dentro da água reservada na tigela.
2.     Retirar os talos grossos das folhas de couve. Descartar. Picar a couve grosseiramente e quando as batatinhas estiverem cozidas retirar para uma tigela e cobrir com parte da água da panela.  A seguir juntar a couve na água que restar na panela e escaldar. Escorrer toda a água. Temperar com pitadinhas de sal e pimenta. Reservar.
3.     Cozinhar o ovo e quando retirá-lo aproveitar a água quente para escaldar o tomate para retirar-lhe e pele. A seguir descascar o ovo e picar em cubos, bem como o tomate. Reservar o ovo e levar o tomate ao fogo e cozinhar por cerca de 3 minutos. Temperar com pimenta. Reservar.
4.     Colocar um pouco do azeite numa panela e fritar (sem dourar) o alho. Retirar. Reservar. A seguir juntar a cebola e assim que começar a murchar retirar. Reservar.
5.     Colocar mais um pouco de azeite na panela. Escorrer bem a água do bacalhau, temperar com pimenta. Saltear na panela. Reservar.
6.     Escorrer a água das batatas e dar-lhes um murro para esmagar ligeiramente.
7.     Montagem: Colocar uma pequena quantidade do azeite no fundo de cada taça. Dividir a couve em duas porções. Reservar uma porção e distribuir a outra pelas taças. A seguir distribuir pelas taças os ingredientes na seguinte ordem: Bacalhau, alho, batatas (2 em cada taças), tomate, cebola, ovo, azeitonas, a couve reservada e o restante do azeite.
8.     Levar ao forno, que deve ser ligado em temperatura média, assim que começar a montagem. Deixar no forno por cerca de 15 minutos. Servir.
9.     As taças que usei são de 250 ml. Já fiz este prato usando um único recipiente, porém gosto mais dessa forma.